Digital clock

terça-feira, 23 de julho de 2013

CANIBAIS: Família de vítima tenta mudar nome de criança registrada por assassino


CANIBAIS: Família de vítima tenta mudar nome de criança registrada por assassino





Mais de um ano após a divulgação do caso que ficou conhecido como 'dos Canibais', a dona de casa Cosma de Araújo Pereira cria a filha de Jéssica Pereira, morta em 2008 pelo trio acusado de matar para comer carne humana, e luta na Justiça para mudar o nome da criança como uma tentativa de esquecer a tragédia. O suposto assassino de Jéssica, Jorge Negromonte Silveira, registrou a menina como filha dele e colocou o sobrenome na certidão de nascimento. O Ministério Público deve entrar na próxima semana com uma ação negatória de paternidade a pedido de Cosma. Segundo o promotor Fabiano Saraiva, Jorge é considerado o pai da menina porque a registrou e será necessário um exame de DNA para esclarecer o caso. Segundo a família, quando a jovem foi sequestrada pelos acusados, a criança já tinha um ano, por isso não existe a possibilidade dela ser filha do acusado.
“Será um processo delicado e demorado. Não basta mudar o nome na certidão. Vamos precisar de um exame para provar que ele não é o pai. O Jorge terá que aceitar fazer a prova e a criança não terá mais o nome de um pai nos documentos, caso seja provado que ele não é parente”, registra o promotor Fabiano Saraiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário